(11) 3355-3820 (11) 95073-1468 DAS 8H ÀS 20H

Dor

Dor é descrito como um sensação desagradável e angustiante que pode ser causada por diversos estímulos. Diferente do que muitos acreditam, dor não é causada apenas por traumas ou contusões. Dor pode ter várias causas que não sejam traumáticas e pode se manifestar de diversas formas.


Dor talvez seja a causa mais freqüente de atendimentos médicos ao redor do mundo. Entretanto, dor é muitas vezes muito mais difícil de tratar do que a maioria acredita, em especial a dor que não é causada por traumatismos. O tratamento da dor, para ser bem sucedido, começa por entender que tipo de dor o paciente está sofrendo e quais os fatores que influenciam essa dor.

Os tipos básicos de dor se dividem em três : dor nocioceptiva (aquela causada pelos traumatismos), dor neuropática (aquela que ocorre por doenças ou disfunções dos nervos), dor psicogênica (aquela que tem origem psicológica) e os quadros mistos. Arrisco dizer que a maioria dos casos são mistos.

Os fatores influenciantes, por sua vez, podem ser ambientais (como frio, calor, esforço físico, traumatismos de repetição) ou pessoais (medo, fatores psicológicos, estresse). Importante lembrar também que a magnitude da dor é algo subjetivo e cada um tem seu limite. Enquanto que o mesmo estímulo causa uma dor muito forte em algumas pessoas, pode causar uma dor moderada ou até mesmo fraca em outras. Chamamos essa característica de limiar pessoal de dor.

A falha do profissional de saúde em entender corretamente que tipo de dor está tratando e seus fatores de piora ou melhora é talvez a principal causa da falha do tratamento da dor. E acreditem isso não é incomum. O tratamento correto da dor vai muito além de prescrever um anti inflamatório ou trocar de medicações semelhantes repetidas vezes.

O bom tratamento da dor passa pelo entendimento do que o paciente precisa e do que o médico pode oferecer para que juntos, encarem o tratamento.

 

Voltar

Localização